On the road – Bahia Parte 3 – Ilha dos Frades e Ilha de Itaparica

Depois de fazer o City Tour e conhecer as famosas Praia do Forte e de Guarajuba chegava o dia de fazer nosso último tour: o passeio das ilhas. Fomos para o porto, embarcamos na escuna e partimos para conhecer a Ilha dos Frades e a Ilha de Itaparica. Na embarcação ganhamos frutas de cortesia, curtimos muito axé e minha mãe até foi pra roda dançar com o pessoal.

Tchau Salvador, partiu Ilhas – Foto by Évelin Karen 
Axé na escuna – Foto by Évelin Karen

Nossa primeira parada foi na Ilha dos Frades. As pessoas que curtem caminhar foram conhecer a Igreja, já quem curte dar uns “tchi buns” tomou um bom banho de mar e quem curte uns “bons drink” bebeu uma cervejinha gelada embaixo do guarda sol (eu só não fui na Igreja, de resto topei tudo… rs).

Chegando na Ilha dos Frades – Foto by Évelin Karen
Curtindo o passeio de escuna – Foto by Évelin Karen

Voltamos para a escuna e seguimos para a Ilha de Itaparica. Ali foi nossa parada para almoço com direito a vários pratos típicos, sobremesas e sonequinha na rede.

Chegando em Itaparica – Foto by Évelin Karen

Depois de comer e se divertir foi hora de voltar para Salvador. Vimos o pôr do sol em alto mar e chegamos na cidade no comecinho da noite.

Fim de tarde na Bahia – Foto by Évelin Karen
Boa noite Salvador – Foto by Évelin Karen

E assim terminou mais uma viagem deliciosa que eu fiz com os meus pais. Sei que preciso voltar para a Bahia para conhecer Morro de São Paulo, pois muita gente já me indicou este lugar maravilhoso.

No meu próximo post eu conto para vocês como foi minha viagem sozinha para Boiçucanga, no litoral norte de São Paulo.

Anúncios

On the road – Colômbia – Day 11 – Playa Blanca

On the road – Colômbia – Day 11 – Playa Blanca

No meu décimo primeiro dia de viagem fiz o tour na Playa Blanca, que fechei no dia anterior, quando cheguei em Cartagena. A van saiu atrasada e completamente cheia. O motorista parecia um piloto de fuga e dirigia perigosamente, mas na ida ninguém se importou. Deve ser porque todos estavam super felizes e tagarelas (igual em excursão de escola, sabe?).

Playa Blanca – Foto by Évelin Karen

Neste passeio fui com o casal do hostel (Gabi e Sammy) e conheci mais três brasileiras: uma de Minas, uma de Sampa e uma de Porto Alegre. As três sempre viajam juntas e se conheceram num fórum do Mochileiros onde combinaram a primeira viagem para Europa. Desde então, elas se encontram pelo menos uma vez ao ano para explorar algum destino.

Brasileños y argentina – Foto by Évelin Karen

E o que dizer da Playa Blanca? Eu achei bem bonita, aquele mar do Caribe azulzinho, água quentinha, não era cheia de gente (pelo menos não estava no dia em que eu fui). E os pontos negativos? Muitos ambulantes que querem vender de tudo, além de embarcações e jet skis muito próximos aos banhistas. O que para eles é normal para mim é muito perigoso.

Playa Blanca e suas embarcações – Foto by Évelin  Karen

No passeio estava incluso o almoço: arroz com coco, peixe (que veio até a cabeça), salada, bananas fritas, limonada e um garfo (faca pra que, né gente?). Comi só o peixe e a salada morrendo de medo de piorar (sorte que nada aconteceu).

Curtimos a praia até umas 15h00 e voltamos, cada um para seu lar provisório. Antes de embarcar na van da morte fui comprar um sorvete e descobri que estava com uma nota de 50 pesos falsa. Depois de muito matutar percebi que eu caí no golpe do taxista em Bogotá (aquele que você dá o dinheiro e ele te devolve uma nota falsa falando que não tem troco e que precisa receber com dinheiro trocado). Moral da história: nunca mais vou ajudar taxistas no exterior.

Curtindo o mar do Caribe – Foto by Gaby

Banho, comida, uma latinha de Águila e descanso merecido porque no próximo dia era a hora de fazer o famoso city tour na chiva em Cartagena.