On the Road – Peru – Day 11 e 12 – Cusco

On the Road – Peru – Day 11 e 12 – Cusco

Após 10 dias no Peru minha viagem chegava na reta final e minhas energias já estavam nas últimas também. Depois daquele tour maluco por Machu Picchu ainda encontrei forças para conhecer um pouquinho dos encantos de Cusco.

Cusco – Peru – Foto by Ambulante

No final da manhã saí sem destino pelas ruas da cidade admirando aquela arquitetura linda. Pude entrar nas lojinhas (e comprar vários nadas), almoçar num restaurante local (pagando menos de 8 soles e com direito a entrada e bebida inclusa), tomei uma Cusqueña enquanto comia um bolo delicinha de sobremesa e via os turistas passando… tudo com muita tranquilidade e apenas aproveitando o momento.

Pelas ruas de Cusco – Peru – Foto by Évelin Karen
Arquitetura Cusqueña – Foto by Évelin Karen
Por las calles de Cusco – Foto by Évelin Karen
Pastel y Cusqueña – Foto by Évelin Karen

Por volta das 13:30 fui para a Plaza de Armas onde encontrei o Humberto, o guia queridinho de muitos brasileiros. Então ele me levou até meu grupo que estava no Convento de Santo Domingo, nossa primeira parada.

Iglesia de la Compañia de Jesús y Museo de Historia Natural – Foto by Évelin Karen
Convento de Santo Domingo – Foto by Évelin Karen

O Convento de Santo Domingo também é conhecido como Qoriqancha (ou Templo do Sol), pois a construção foi levantada em cima das paredes de um templo inca. Super vale o passeio pelas histórias e explicações, pois tudo era tão friamente calculado e pensado… parece que o povo inca não construía nada ao acaso.

Convento de Santo Domingo en Cusco – Foto by Évelin Karen
Um pouco das paredes do Convento de Santo Domingo – Foto by Évelin Karen

Depois do Convento partimos para Q’enqo. Dizem que neste lugar eram realizados diversos sacrifícios (e até passamos por uma câmara subterrânea onde, diz a lenda, que o povo inca usava para embalsamar corpos). Pesado, né?

Um pouquinho (bem pouco) de Q’enqo – Foto by Évelin Karen

A próxima parada foi Sacsayhuaman que impressiona pela quantidade de pedras enormes que foram muito bem encaixadas umas nas outras. Ali também avistamos a estátua do Cristo Branco e “curtimos” aquela brisa gelada da tarde.

Sacsayhuaman Peru – Foto by Évelin Karen
Sacsayhuaman Peru – Foto by Évelin Karen
Cristo Blanco Peru – Foto by Évelin Karen

Passamos bem rapidamente por Tambomachay. Ali o cansaço começou a tomar conta do corpo.

Tambomachay Peru – Foto by Évelin Karen
Tambomachay Peru – Foto by Évelin Karen

Pukapukara foi nossa penúltima parada que deve ter durado uns cinco minutinhos, pois a noite já estava caindo.

Pukapukara Peru – Foto by Évelin Karen
Turistando em Pukapukara Peru – Foto by Guia
Pukapukara Peru – Foto by Évelin Karen

Por último rolou mais uma parada pra compras (desta vez me rendi e comprei um cachecol de lã de alpaca). E lá se foi meu último dia de tour.

Imprevistos a parte, preciso dizer pra vocês que esta viagem para o Peru foi simplesmente incrível, não só pelos lugares lindos que visitei, mas também pelas pessoas queridas que conheci (aliás, alguns já tive até o prazer de reencontrar). Além disso, pude me conectar comigo mesma de uma forma que nunca tinha acontecido em nenhuma outra viagem e o resultado disso vocês verão muito em breve.

Se você tem tempo, dinheiro e vontade de conhecer o Peru te digo apenas uma coisa: apenas vá e se surpreenda com este país encantador.

Anúncios

On the Road – Peru – Day 7 – Lima (City Tour)/ Cusco

Você é daquelas que visita uma cidade turística e não sente que a viagem está completa enquanto não faz um city tour? Eu sou destas e é claro que Lima não poderia ficar de fora da minha listinha. 

Lima – Foto by Évelin Karen

Em Lima existem duas empresas que possuem passeio em ônibus turístico: a Mirabus e o Turibus. Tinha visto os horários dos tours destas empresas previamente pela internet e tinha me programado para realizar o passeio no dia que cheguei em Lima, mas como rolou aquele atraso acabei não fazendo. Porém, na rua do hostel onde fiquei hospedada encontrei a agência Cólon Travel e foram eles que salvaram minha vida. Conversei brevemente com a Amparo no primeiro dia de viagem, peguei o cartão dela e reservei tudo por e-mail ainda em Huaraz. Fui muito bem atendida pela Amparo que fez de tudo para que eu embarcasse neste passeio (leia-se pegar o próprio carro e me levar até a van que já tinha passado pela agência). Investimento: 87 soles!

O tour começou em Miraflores, próximo ao shopping Larcomar e com aquela paisagem belíssima em frente ao Pacífico. 

Vista do Larcomar – Foto by Évelin Karen

Passamos pela Parque John Kennedy o qual eu já tinha conhecido no dia em que cheguei e em questão de minutos estávamos em Huaca Pucllana: nada mais nada menos que ruínas de pirâmides consideradas território sagrado pelo povo Inca. No meu passeio tive apenas uma visão panorâmica, mas quem gosta de história e tem interesse e tempo vale a pena comprar o ingresso para fazer um tour em Huaca Pucllana e assim descobrir um pouco mais deste patrimônio incrível. 

Huaca Pucllana – Foto by Évelin Karen

Seguimos viagem e admiramos um pouco as ruas e construções do bairro de San Isidoro que possui uma bela arquitetura. Por ali também vimos o Parque La Reserva onde a noite acontece o famoso Circuito Mágico das Águas.

Nossas paradas ficaram concentradas no centro histórico colonial. Passamos pelo Paseo de la Republica, Plaza Mayor, Palacio de Gobierno, Museo del Banco Central, Casa de Literatura Peruana, Plaza San Martín e a famosa Catedral de Lima.

Casa de Literatura Peruana – Foto by Évelin Karen
 Lima Colonial – Foto by Évelin Karen
Palacio Municipal de Lima – Foto by Évelin Karen
Palacio de Gobierno Lima – Foto by Évelin Karen
Basilica Catedral de Lima – Foto by Évelin Karen

Também passamos por uma ruazinha perto da Catedral onde paramos numa lojinha e fizemos uma degustação de Pisco Sour que estava delicinha, mas fiz a viajante mochileira e não comprei.

A tal ruelinha – Foto by Évelin Karen

Nossa última parada foi na Basílica y Convento de San Francisco. Entramos na Igreja, fiz minhas orações, além de admirar a bela arquitetura e as pinturas do lugar.

 Iglesia de San Franscisco – Lima – Foto by Évelin Karen
Por dentro da Iglesia San Francisco – Lima – Foto by Évelin Karen 
 Iglesia San Francisco – Lima – Foto by Évelin Karen
Iglesia De San Francisco – Lima – Foto by amizade instantânea

Depois foi hora de conhecer as famosas Catacumbas. Infelizmente não rola fazer fotos e vídeos lá dentro, mas o lugar impressiona tanto pela história quanto pela quantidade de ossos que vemos.

 Convento y Iglesia San Francisco – Foto by Évelin Karen
Convento y Iglesia San Francisco – Foto by Évelin Karen

O tour começou às 10:00 e perto das 13:00 finalizamos. Foi curto? Um pouco, mas pra mim foi ótimo porque deu pra descobrir um pouquinho dos encantos de Lima. Tivemos apenas 2 paradas para tirar fotos, mas é disso que gosto no city tour: você tem a oportunidade de ver um pouquinho de tudo e assim pode escolher quais lugares voltará mais tarde para explorar mais. Como eu só tinha algumas horas em Lima achei muito proveitoso e fiquei com aquela vontadinha de voltar (mas numa próxima vez teria que ser no verão para eu colorir a Lima cinza que ficou na minha recordação).

No período da tarde fui pro aeroporto, comi um Mc Donalds pra economizar e no fim da tarde parti para Cusco. Cheguei no começo da noite e logo de cara achei o lugar lindo: arquitetura antiga, conservada e bem iluminada. Confesso que fiquei impressionada. 

Noite em Cusco – Foto by Évelin Karen

Em Cusco me hospedei no Pariwana e foi uma experiência bem gostosa. Hostel limpo, café da manhã muito bom, cheio de atividades e com baladinha animada. Caí num quarto com outros 7 meninos (todos brasileiros) e foi suuuuper tranquilo. A noite sempre rolam várias festas com direito a free shots, funk e muito reggaeton.

Nesta primeira noite saí rapidamente pra saber por quanto estavam vendendo os ingressos pra Machu Picchu, assim como comprar meu tour pro Vale Sagrado. Mas este é assunto do meu próximo post!!!

On the road – Colômbia – Day 12 – City tour na chiva em Cartagena

On the road – Colômbia – Day 12 – City tour na chiva em Cartagena

Depois de uma manhã de repouso e descanso pós tour na Playa Blanca, encarei o city tour de chiva por Cartagena a tarde e logo de cara fiz amizade com mais brasileiros. 

Eve e a mineira – Foto by Évelin Karen

Logo no começo do passeio caiu um super temporal, mas foi aquela típica chuva de verão que passa e deixa o calor retornar ainda mais forte. Já no começo do tour percebi que o negócio era bem desorganizado. Ficamos rodando mais de uma hora para pegar passageiros e passamos na frente de vário hotéis mais de três vezes. Planejamento zero.

A tal da chiva de Cartagena – Foto by Évelin Karen

Nossa primeira parada foi o Convento de La Popa que fica bem na parte alta da cidade. A vista panorâmica é linda… Vale a pena conhecer.

Convento de La Popa Cartagena – Foto by Évelin Karen
Convento de La Popa Cartagena – Foto by Évelin Karen

Passamos por vários outros lugares (que eu não anotei) e paramos no Forte de San Felipo (o guia deixou claro que aquilo não é um castelo). Fotografamos, ouvimos várias histórias e curiosidades, tomamos sorvete e partimos para a Cidade Amurallada.

Forte de San Felipo Cartagena – Foto by Évelin Karen
Forte de San Felipo Cartagena – Foto by Évelin Karen

Passeamos pelas ruelinhas, vimos as construções antigas e belíssimas do local, paramos numa loja de esmeraldas onde ouvimos a história destas pedras preciosas e rolou um desafio com direito a brinde pra quem acertasse o desafio. 

 Pelas ruas de Cartagena – Foto by Évelin Karen
 Pelas ruas de Cartagena – Foto by Évelin Karen

O calor combinado com a intoxicação alimentar me deixaram muito fraca, um pouco sem paciência e foi no final do passeio que isso veio à tona. Saindo da Cidade Amurallada o motorista da chiva falou pra descer quem estava hospedado ali próximo porque ele só iria passar nos bairros… Foi aí que eu fiquei doida de raiva e desci do salto. Discuti com os caras da chiva, passei o maior constrangimento no meio dos turistas e no final das contas um deles me levou a pé porque eu não sabia o caminho de volta (é claro, qualquer tour normal te busca e te deixa no mesmo ponto de encontro, mas naquela zona as coisas não funcionam assim). Cheguei no hostel louca de raiva pedindo meu dinheiro da chiva rumbeira (que eu faria naquela noite) de volta, pois até parece que eu iria querer ser jogada a noite no meio do nada pra voltar pro hostel. Duvido que eles deixam as pessoas que estão hospedadas  no Hotel Hilton jogados em qualquer esquina depois do passeios.

Tomei um banho, algumas beers e, no final das contas, acabei indo beber com alguns outros turistas no Café Del Mar. Parece que o lugar é legal pra curtir o pôr do sol… à noite não vi nada demais.

Café del Mar Cartagena – Foto by Évelin Karen

E no próximo post falarei do meus últimos momentos em Cartagena!