deixando a preguiça de lado…

Se eu tivesse colocado aquelas idéias no velho caderno agora teria uma grande história para contar.

Se as palavras não tivessem rejeitado aquela folha amarelada com o tempo, certamente tudo aquilo que um dia me passou pela cabeça seria hoje um belo enredo de cinema.

Cinema não… talvez tenha virado coisa do passado ou luxo de poucos. Teria virado um hit da Internet.

Milhares de acessos, centenas de depoimentos demonstrando carinho, asco, indignação ou identificação… mas certamente despertariam algo em vários “alguens”.

Porém, de que adianta lamentar se tudo aquilo não voltará do buraco negro do alem? O jeito é sentar na sombra do coqueiro mais próximo e encontrar em algum lugar perdido novos tesouros, novas fontes do saber!

Anúncios

Deixe uma resposta