A crise

Confesso que nunca fui de ter medo da tal crise. Este era um monstro que não me assustava.
O que poderia me acontecer? O máximo é que eu continuaria ganhando pouco, mas até que estou satisfeita com a vida que tenho levado (poderia estar bem mais deprimida, mas…)
Porém, quando a crise começa a afetar as pessoa que têm mais importância pra ti que tu ficas preocupado e com aquilo na cabeça “maldita crise… quando será que vai acabar?”
E me encontro assim agora.

Passe logo crise e não volte nunca mais. Você nunca foi bem vinda e nunca será!

Anúncios

Deixe uma resposta